Exposição “Campina do Taborda” marca os 360 anos da Restauração Pernambucana e terá abertura no Gabinete Português de Leitura com palestra e música.

Publicado em 29 January 2014

A Insurreição Pernambucana é o ponto de partida para a exposição “Coletiva de Artes Plásticas Campina do Taborda”, que a partir desta semana estará aberta ao público no salão de exposições do Gabinete Português de Leitura, em na Rua do Imperador, 290.
Calcada nas impressões de artistas plásticos participantes do Concurso de Artes Plásticas criado pelo produtor Cultural Adilson Rocha, busca abordar o tema naturalmente, seguindo informações as quais simbolizam um momento único de nossa história, culminando com a capitulação dos holandeses na Campina do Taborda em janeiro de 1654.
A visão artística dos participantes apresenta o mesmo tema desde 2003, por vezes separados porem, unidos pela compreensão do conjunto por estarem ligados a um  mesmo tema. É possível destacar que a ambiguidade acaba trazendo uma relação de parceria visual sem ter de agredir o olhar de quem aprecia o conteúdo da mostra. Muito pela liberdade de aceitação característica dos padrões atuais que mais reflete do que rejeita certas diferenças, e igualmente pela sutileza na disposição da mostra. A ideia, clara nos detalhes dos trabalhos, não é só de lembrar aquele momento da nossa história, mas provocar uma reflexão, apresentando novos artistas.
 
Antes da abertura da mostra, nesta quarta-feira, 29 de janeiro no auditório do GPL o professor de história, Daniel de Souza Leão Vieira sobre “Frans Post e o Brasil Holandês – A construção da identidade em Pernambuco – 1925-1937” seguindo com pontuações do historiador George Cabral sobre o tema da mostra. Em seguida haverá apresentação do instrumentista Fernando José juntamente com a cantora Lourdinha Oliveira irão se apresentar pontuando fados portugueses e o nosso frevo de bloco numa alusão a amizade entre Portugal e o Brasil. O evento marca o aniversário de 360 anos da Restauração Pernambucana.


Multimídia

Coral amigos do São Vicente